Portal Sal da Terra

Notícias Mundo Cristão

Ateus querem proibir serviço de capelania em cidade dos Estados Unidos

Ateus argumentam que capelanias policiais são inconstitucionais

Ateus querem proibir serviço de capelania em cidade dos Estados Unidos
Steve Haselden/Pixabay
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um grupo ativista ateu está chamando as capelanias policiais de “inconstitucionais” e exigindo que uma força policial de Ohio interrompa imediatamente seu programa de longa data.

Os capelães prestam apoio emocional e espiritual nas organizações militares, políticas, policiais, entre outras entidades, ajudando indivíduos e suas famílias a enfrentarem diversas lutas.

Mas a Freedom From Religion Foundation (FFRF), um grupo ativista ateu em Madison, Wisconsin, argumenta que “as capelanias policiais são inconstitucionais”, visando especificamente um programa em Mansfield, Ohio.

“O departamento de polícia de Mansfield [Ohio] precisa se livrar de seu programa de capelania imediatamente”, dizia uma declaração de 22 de julho da FFRF. “A FFRF está pedindo à Divisão de Polícia de Mansfield que interrompa o programa de capelania e forneça serviços de apoio secular.”

A organização disse que foi contatada por um “cidadão preocupado” que leu um artigo recente sobre o pastor Chad Hayes da Igreja Batista de Cesareia, um novo capelão adicionado à força policial de Mansfield.

A colega jurídica da FFRF, Karen Heineman, escreveu uma carta ao chefe de polícia de Mansfield, Keith Porch, detalhando as queixas de sua organização e argumentando que agências governamentais, como a polícia, não podem promover a religião.

FONTE/CRÉDITOS: CBN News

Veja também