Portal Sal da Terra

Coluna/Opinião

Criação Bilíngue

Criação Bilíngue
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Criação Bilíngue

Durante a pandemia o assunto bilinguismo infantil e criação bilíngue/multilíngue cresceram exponencialmente.
A teacher Ana Paula Reis, já nos explicou o que significa Educação Bilíngue e sabemos que é realizada no ambiente escolar.

Já a criação bilíngue, é realizada pela família.
Se você fizer uma pesquisa rápida nas redes sociais e sites de busca, a maioria esmagadora vai te fazer acreditar que a criação bilíngue é você (pais ou cuidadores) ensinar um segundo idioma para o seu filho ou filha.
E que basta você escolher um método e ter vontade de aprender o idioma (caso não seja fluente) que tudo dará certo.

Como pedagoga cristã eu discordo veementemente dessa definição.
Eu acredito, por estudo e experiência com outras famílias, que a criação bilíngue é na verdade, educar em outro idioma.

Os filhos são herança do Senhor. E tendo esse entendimento, para educar uma criança em outra língua o casal precisa pedir a orientação e sabedoria divina antes de iniciar.

Quando falamos em educar uma criança é importante que o casal tenha estabelecido quais são seus valores e qual será seu estilo de educar (autoritário, permissivo, negligente ou firme), aí sim, deve partir para a escolha da estratégia de criação bilíngue.

Existem 4 estratégias muito utilizadas mundialmente. São elas:

⁃ OPOL, One Person One Language. Em português, Uma Pessoa Uma Língua. Exemplo: o pai fala 100% do tempo só português e a mãe fala 100% do tempo só inglês.

⁃ TIME AND PLACE. Em português, Tempo e Lugar. Exemplo: a família tem um horário e um lugar preestabelecido para praticar a segunda língua, inglês por exemplo. Todos os dias por 30 minutos, na sala de estar.

⁃ ML@H, Minority Language at Home. Em português, Língua Minoritária em Casa. Exemplo: uma família que mora nos Estados Unidos, só fala português em casa. Mas quando estão fora de casa falam inglês.

⁃ MLP, Mixed Language Policy. Em português, Línguas misturas ou mescladas. Nessa estratégia, não existe planejamento e a família muda de um idioma para o outro sempre que quiser.

A criação bilíngue é muito possível!
Mas nosso coração precisa estar no lugar certo para que essa escolha seja uma benção na sua família.

 

Colaboração

Mery Pinheiro
Pedagoga e Psicopedagoga Bilíngue
@sosbilingue

 

Veja também