Portal Sal da Terra

Notícias Política

Pacheco defende que instalação de CPIs seja feita depois das eleições

Pacheco defende que instalação de CPIs seja feita depois das eleições
Geraldo Magela/Agência Senado
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Nesta terça-feira (05), o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), decidiu abrir caminho para a criação de três comissões parlamentares de inquérito (CPIs). A confirmação foi feita por ele pelas redes sociais.

Ele afirmou, no entanto, que líderes partidários querem que as comissões comecem a funcionar só depois das eleições gerais deste ano.

Uma dessas CPIs será a do MEC, proposta pela oposição. As outras são: CPI sobre obras do MEC de gestões passadas paradas, a atuação do narcotráfico no Norte e Nordeste do país e uma terceira sobre a atuação de ONGs na Amazônia.

“O Senado, integralmente, reconhece a importância das CPIs para investigar ilícitos no MEC, desmatamento ilegal na Amazônia, crime organizado e narcotráfico. Os requerimentos serão lidos em plenário por dever constitucional e questões procedimentais serão decididas”, escreveu Pacheco em uma rede social.

“Porém, a ampla maioria dos líderes entende que a instalação de todas elas deve acontecer após o período eleitoral, permitindo-se a participação de todos os senadores e evitando-se a contaminação das investigações pelo processo eleitoral”, completou.
 
FONTE/CRÉDITOS: Gazeta Brasil

Veja também