Portal Sal da Terra

Notícias Geral

Ministério do Turismo registra conclusão de mais 122 obras no país em setembro e outubro

Investimento de R$ 112 milhões do governo federal garantiu a entrega de projetos de infraestrutura

Ministério do Turismo registra conclusão de mais 122 obras no país em setembro e outubro
Governo de Rondônia
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Museu Casa de Rondon, em Vilhena (RO), uma das obras apoiadas pelo MTur e concluídas no quinto bimestre do ano. 

 

Entre os meses de setembro e outubro deste ano, destinos de todas as regiões do país passaram a contar com melhores condições para receber visitantes em meio à gradual retomada do mercado de viagens. Um investimento total de R$ 112 milhões do Ministério do Turismo proporcionou a conclusão de 122 obras de infraestrutura apoiadas financeiramente pelo órgão do governo federal, incluindo projetos como a reforma de praças, parques e a construção de portais.

No Sul, R$ 49,5 milhões garantiram a conclusão de 30 trabalhos. Um deles foi a implantação de dois portais em Lunardelli (PR), que recebeu R$ 650 mil. A cidade abriga o Santuário de Santa Rita de Cássia, polo do turismo religioso. Já no Nordeste, houve a finalização de 45 obras, com repasses de R$ 40,3 milhões. As verbas asseguraram, por exemplo, a entrega de rodoviária no município de Itapecuru-Mirim (MA), palco de atrativos como a Igreja Nossa Senhora das Dores.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, ressalta o empenho para dotar os destinos nacionais da estrutura necessária à adequada recepção de visitantes. “Essas obras ajudam a reforçar o potencial dos nossos destinos de receber turistas. O governo Bolsonaro trabalha diuturnamente para aprimorar os atrativos nacionais, e isso certamente vai se converter em um maior fluxo de visitantes e na geração de emprego e desenvolvimento por meio do turismo”, frisa.

No Sudeste, R$ 10,4 milhões asseguraram a finalização de 23 projetos. O município de Dracena (SP), um dos beneficiados, teve disponibilizados R$ 556,1 mil para a segunda etapa da reforma da Praça Manoel Gomes Gonçalves, espaço que se junta, agora, a pontos turísticos como o Orquidário da cidade. No Norte, R$ 6 milhões garantiram 14 obras. Uma delas, a do Museu Casa de Rondon, em Vilhena (RO), contou com R$ 546 mil, ajudando a manter viva a memória de Cândido Rondon.

Já a região Centro-Oeste recebeu R$ 5,7 milhões do Ministério do Turismo. Os aportes permitiram a entrega, por exemplo, do Parque Ecológico do Escondidinho, na cidade de Rondonópolis (MT), cenário de trilhas e cachoeiras. A construção do espaço, que possui mirante, pistas de skate e caminhada, quadras poliesportivas e de areia e quiosques, envolveu investimentos totais de cerca de R$ 7 milhões, sendo R$ 3,7 milhões do MTur.

As obras viabilizadas com recursos do órgão são realizadas preferencialmente em municípios que constam do Mapa do Turismo Brasileiro, uma ferramenta do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) que orienta a aplicação de verbas públicas em destinos que adotam o turismo como estratégia de investimento e alternativa de retorno econômico. Os aportes provêm do orçamento próprio da Pasta e de emendas parlamentares.

ENTREGAS - Nos meses de agosto e setembro deste ano, o Ministério do Turismo registrou a conclusão de outras 122 obras de infraestrutura no país, que contaram com um investimento superior a R$ 141 milhões da Pasta. Ao longo de 2020, o órgão do governo federal destinou um valor recorde histórico de R$ 1 bilhão para a promoção de projetos do tipo, o que garantiu a finalização de cerca de 980 trabalhos em todo o território nacional.

FONTE/CRÉDITOS: Ministério do Turismo

Veja também