Portal Sal da Terra

Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2024

Notícias Mundo

Israel promete ajuda a quem se deslocar para o sul de Gaza

Militares israelenses acusam o Hamas de impedir a saída de civis

Israel promete ajuda a quem se deslocar para o sul de Gaza
Reprodução/YouTube/The Telegraph
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Enquanto culpa terroristas da  Jihad Islâmica pelo míssil que caiu sobre as proximidades de um hospital na Faixa de Gaza, na terça-feira 17, Israel traça um plano de ajuda humanitária para os civis palestinos.

As Forças de Defesa de Israel (FDI) afirmaram que o apoio humanitário internacional será destinado às vítimas da guerra, conforme necessário. Mas, para tanto, a corporação pediu que os civis da Faixa de Gaza se desloquem para Al-Mawasi.

A região fica no sul da Faixa de Gaza, distante 10 km da fronteira com o Egito. 

De acordo com o coronel Elad Gonen, da FDI, o pedido israelense tem o intuito de proteger os residentes da Faixa de Gaza e evitar mais mortes de civis. 

 

“Recomendamos o deslocamento para áreas abertas no oeste de Khan Yunis, e, se for necessária, a ajuda humanitária internacional será enviada para lá”, informou Gonen. 

 

Migração em massa

 

Israel ajuda sul Gaza 

Milhares de palestinos conseguiram deixar o norte de Gaza | Foto: Reprodução/YouTube/New York Post

 

Há quase uma semana, Israel ordenou a milhares de moradores do norte da Faixa de Gaza que migrassem para a região sul do território — que é controlado pelo grupo terrorista Hamas. Houve uma evasão em massa de civis para Rafah e Khan Younis.

No entanto, conforme o coronel israelense, o Hamas ainda estaria travando a saída de parte da população. Carros ainda não têm permissão de cruzar a fronteira com Gaza.

O objetivo do grupo terrorista seria, segundo Gonen, colocar vidas em risco. 

Apoio dos EUA

O secretário de Estado norte-americano, Antony J. Blinken, afirmou que a viagem do presidente Joe Biden à Israel, nesta quarta-feira, 18, tem também o objetivo de “desenvolver um plano de ajuda humanitária para Gaza”.

Em coletiva de imprensa que ocorreu na segunda-feira 16, Blinken ressaltou que o presidente norte-americano visita Israel em um momento crítico para o mundo. 

Segundo Blinken, os Estados Unidos e Israel concordaram em desenvolver um plano. Ele permitirá que a ajuda humanitária das nações e das organizações multilaterais chegue aos civis em Gaza — e apenas a eles.

 

gaza israel

Antony J. Blinken: ‘Vamos desenvolver um plano de ajuda humanitária para Gaza’ | Foto: Freddie Everett/ Public Domain

 

“Haverá, inclusive, a possibilidade de criarmos áreas para ajudar a manter os civis fora de perigo”, informou Antony J. Blinken. “É fundamental que as doações comecem a fluir para Gaza o mais rapidamente possível.”

 

O secretário de Estado dos EUA falou ainda sobre uma preocupação de Israel. O governo local teme que o Hamas possa confiscar, destruir ou até mesmo impedir que os mantimentos que entrem em Gaza cheguem à população local. 

 

“Se o Hamas impedir que a assistência humanitária chegue aos civis, inclusive apreendendo a própria ajuda, seremos os primeiros a condená-lo, e trabalharemos para evitar que isso aconteça novamente”, garantiu Blinken.

 

Confira, abaixo, o encontro entre o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

 

 
FONTE/CRÉDITOS: Revista Oeste

Veja também