Portal Sal da Terra

Notícias Política

Conselho aprova parecer por cassação de vereador petista que invadiu igreja

Defesa do vereador tem cinco dias úteis para recorrer

Conselho aprova parecer por cassação de vereador petista que invadiu igreja
Reprodução/YouTube/Câmara Municipal de Curitiba
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Ontem, dia 10, o Conselho de Ética da Câmara Municipal de Curitiba aprovou um parecer pela cassação do vereador Renato Freitas (PT). O parlamentar liderou a invasão à Igreja Nossa Senhora do Rosário, na capital paranaense, em fevereiro.

O parecer será enviado para votação em plenário.

A defesa do vereador tem cinco dias úteis para recorrer da decisão, que será avaliada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Depois disso, a Câmara terá o prazo de três sessões para marcar o julgamento.

O CASO

No dia 5 de fevereiro, o vereador Renato Freitas liderou uma invasão à Igreja Nossa Senhora do Rosário, em Curitiba, durante a celebração de uma missa. Os militantes seguravam bandeiras do PT e do PCdoB e gritavam palavras como “racistas” e “fascistas”, ignorando os pedidos do padre para que cessassem o tumulto.

Em discurso, o vereador petista disse que os católicos haviam apoiado um “policial que está no poder”. Segundo ele, o ato era contra o racismo – o que, na sua visão, foi o motivo para o assassinato de pessoas como Moïse Mugenyi e Durval Teófilo Filho e que teria relação com a conivência das pessoas com fé católica em relação a autoridades “fascistas”.

FONTE/CRÉDITOS: Pleno News

Veja também